27 outubro 2007

Servidão

Um dia de molho e estranheza
Um dia de dor e saudades
Um dia de quase tristeza
Um dia de questionar a realidade

São tantas coisas que nos atingem
Nem ao menos percebemos
São inúmeros projéteis que nos perseguem
Será que sobreviveremos?

Queria um escudo poderoso e uma magia forte
Queria um ombro amigo e um sorriso meigo
Queria mais luz em minha sorte
Queria um coração contente a palpitar no peito

A vida vai seguindo seu curso
As vezes me escondo, noutras me mostro
Espero que tenha sempre firme o pulso
E também fazer tudo aquilo que sei, eu posso

Quero servir às letras, às palavras
Quero voar sem rumo ou destino
Quero conhecer terras ensolaradas
Quero voltar a ter meus olhos de menino

Um dia sei que consigo domar os ventos revoltos de minha mente
Ventos que se tornam em redemoinhos e tempestades
Vou me deixando levar, somente desta maneira sigo em frente
Quem sabe um dia não realize todas as minhas vontades

Desejo de felicidade instantânea
Desejo de magia
Desejo de milagre
Desejo de verdadeira alegria

As palavras vêm e vão
Se juntam e se dão sentido
Estou em completa servidão
Um mero instrumento a seu serviço

23 outubro 2007

O Retorno!

Sempre tive fixação por teatro, a curiosidade e a vontade de conhecer e até fazer parte desse mundo. Foi então que, no ano de 2002, finalmente tive a chance: entrei para o Grupo Experimental de Teatro de Itapetinga, ou, simplesmente, GETI.

Nele, eu me apaixonei completamente por essa arte, pelo magnetismo do palco, sobretudo quando o assunto era a comédia. Mas, pelas idas e vindas da vida, me ausentei, me afastei da vida. Porém, nunca me esqueci e a cada oportunidade que tinha, lia alguma coisa relacionada ou entrava numa oficina, num curso.

Agora, um recomeço entre eu e o teatro. Está surgindo um novo grupo, e eu estou nele. O nome, direi depois. Mas adianto: muito talento, vontade e determinação os participantes têm.

Para se ter uma noção, a cada conversa que tenho com qualquer pessoa, fico imaginando que isso ou aquilo rende um personagem, pode virar bordão, etc. Além de ficar vislumbrando maneiras de construir essa ou aquela cena.

O certo é que agora eu voltei, e espero que para ficar. Que Deus, todo-poderoso, possa me colocar sempre a oportunidade de seguir nessa vida, que não é fácil, diga-se de passagem, mas que é deliciosamente realizadora.

Sei que estou longe de dizer “Sou um ator!”, pois muito tenho a aprender e a fazer ainda para isso. Entretanto, digo “Sou um apaixonado amante do teatro, e desejo que ele me consuma e me trague para o seu mundo, de maneira que eu nunca mais saia”.

Por enquanto, é isso, mas tenha a certeza que mais das artes cênicas virão a ser postadas aqui. Conto com você lá, formando a platéia, curtindo o espetáculo e, quem sabe, despertando o desejo, a chama de estar também num palco, vivendo a vida e experiências que não são suas, mas emprestadas pelos personagens, para que você conheça o mundo sob vários e diferentes pontos de vista.

E viva o Teatro!!!

21 outubro 2007

Quero me apaixonar

Sim, parece estranho, mas é esse o meu desejo. Quero estar apaixonado, quero alguém que me olhe com atenção, que me dê carinho, que sorria docemente, como quem quer dizer “não tenha medo, estou aqui”.

Quero ter um abraço quente em noite fria, domingos de edredom, filmes e beijos; madrugadas de vinho e desejos; horas a fio no telefone e aquela melosa, mas gostosa hora de dizer “não, desliga você”.

Presentes dados e recebidos do nada, apenas por ter lembrado e achar que combinava ou que iria gostar. Almoços de domingo com os sogros. Sentir dores de saudades, mesmo que não tenha nem dois dias completos. Febre causada pela falta que se sente e que só tem um remédio: a presença de sua paixão.

Apelidos ridículos pelos quais só os apaixonados se chamam e acham lindos. Sentir o cheiro deixado nos lençóis, nas roupas, na memória. Escrever cartas, declarações, bilhetes, e tudo o mais que se possa, de amor.

Enfim, quero o coração batendo forte e a mente viajando em delírios enamorados. Quero isso e tudo mais que uma paixão pode fazer e trazer. Afinal, é o que todos procuram, que todos desejam, mas, que nem todos encontram.

12 outubro 2007

Só pode ser urucubaca!

Tah! Tudo bem que eu nunca fui assim um modelo a se seguir, mas geralmente cumpria todos os meus compromisso e os meus horários... mas de um tempo pra cá... estou praticamente outro! Meu sono está totalmente irregular... minha alimentação vai no mesmo ritmo.. e nessas e outras, passo a madrugada acordado e não consigo levantar para estar na faculdade!

Isso vai me levar a ruína! Compromisso pela manhã eu nem sei mais como cumprir... e não eh por vontade que estou assim não... acreditem, já tentei me acertar por várias e várias vezes, mas não consigo... parece que há uma força maior que eu que me impede de ser responsável e competente... por isso eu digo... soh pode ser urucubaca!

Coincidência ou não, depois que dei uma faxina geral na casa, espalhei sal grosso por todos os lados e acendi um monte de incenso, as coisas melhoraram um pouco... mas foi só eu me descuidar um pouco na proteção, no esoterismo, que tudo voltou... o incenso nem queimava mais no meu quarto... será que tava pesado!?

Na verdade eu nem sei o que eh que eu posso ter pra chamar a atenção e despertar a inveja de ninguém... sou uma pessoa tão normal.. tão mediana... graças a Deus, nada me falta e tenho bom relacionamento com quase todo mundo, tenho sorte em conseguir as coisas, mas nem eh nada tão surpreendente assim... eh da numerologia... rs...

Mas, enfim... espero que o olho gordo faça um regime e me deixe em paz! Como coloquei no meu msn... "xô olho gordo, baixo-astral, inveja e o escambal!!!"

Ocorreu um erro neste gadget