15 dezembro 2007

... és eterno em meu coração ...

Meu coração chorará eternamente, mas lágrimas não caírão, isso não permitirei.
As saudades inquietarão a alma e anestesiarão o espírito, mas eu não pararei.
As lembranças, boas e más, vão invadir meus pensamentos, mas a alegria de ter te conhecido não esquecerei.
Nosso convívio muito me fará falta, tenho certeza, mas, mesmo sem ti, e por ti, viverei.
Deixaste este mundo, e não estava perto para me despedir, esse fato eu sempre lamentarei.
Não estás mais por aqui, neste plano, mas fique certo, até o fim dos tempos te amarei.
Vá em paz, meu amigo! Olhe por nós em todos os momentos e cuide da gente ai de cima.
Deixaste uma legião de apaixonados por tua luz, por teu jeito, por tua marra. Mas da mesma maneira que te desejávamos o que havia de melhor neste mundo, continuaremos a desejar em qualquer um que esteja.
Peço a Deus que conforte a todos que aqui ficaram, que permita que somente as boas lembranças habitem na memória, e que você descanse em paz.
Quem sabe, um dia, nos encontremos num dos muitos mundos e caminhos que nos estão reservados.
Te amo eternamente, Pedro Peixinho Sobrinho!
Ocorreu um erro neste gadget